Wednesday, December 15, 2010

Ter duas mães é motivo de bullying???


Menina de 7 anos sofre bullying, por ter duas mães

Pois é, hoje cedo uma amiga internética super fofa me mandou essa notícia horrível sobre a filha dela (link no final da página), que está sofrendo na escola por ter duas mães.... Amigas Theo e Rhaquel (foto ao lado) estou aqui pra vocês, viu?!? Juntas nossas famílias vão mostrar que estamos aqui sim...e somos mais normais e comuns do que as pessoas pensam!!!

Sabe, no fundo as crianças não tem culpa... uma criança de 6 ou 7 anos sabe o que da vida??? Com certeza sabe somente o que aprende em casa... elas ainda não são adultas pra terem uma opinião formada sobre a vida, os valores etc... então passam pros outros o que aprendem em casa!!! Infelizmente algumas crianças aprendem a discriminar o outro por ser diferente... não importando se por serem magros demais, gordos demais, usarem óculos, terem cabelo vermelho, serem japonêses, negros e por TEREM DUAS MÃES... e assim vai... E aí resultam em adolescentes que atacam pessoas do nada na avenida Paulista... é uma vergonha a educação que alguns pais dão pros filhos... e aí volta na mesma história do menino-princesa (link aqui) e do menino que foi no Haloween vestido de menina (link aqui)... o preconceito vem dos pais! Crianças são "esponjas" e absorvem tudo que vêem sem preconceito nenhum... portanto, se virem que casais como a gente são tratados normalmente vão fazer o mesmo, mas se virem o contrário vão discriminar e achar errado...

Por exemplo, tente falar pra uma criancinha pequena que você é casada com uma mulher! Ela com certeza vai aceitar na boa, como se fosse a coisa mais comum do mundo. Um dia tive uma conversa com uma aluninha de 3 anos, quando a classe estava toda feliz com o casamento de um professor e super curiosos sobre casamento, noivado etc...

"Aggy, você vai casar um dia igual ao Seth?"
"Sim vou casar"
"Ah, então você tem um namorado?"
"Não, tenho uma namorada."
"Ah tá... então vc é um menino?"
"Não sou uma menina, e minha namorada também é uma menina."
"Ah, mas porque vc não tem um namorado?"
"Porque algumas meninas tem namorados e outras tem namoradas, eu tenho uma namorada e o nome dela é Bel".

(então ela deu um sorriso "Ah tá!" e levantou gritando pra sala toda, toda feliz)

"PESSOAAAALLL, a Aggy vai casar com a namorada dela, e depois elas vão ter um neném!"
E todos vieram me abraçar, super felizes que eu ia casar... perguntando se eu ia usar vestido, se eu ia ter buquet etc...

Entende? Crianças aceitam as coisas na boa... sem PRÉ-CONCEITOS sobre nada...

Então isso serve para o bem e para o mal... vejam o caso dessas criancinhas que carregam posters pela cidade com mensagens de ódio sobre gays, da Westboro Baptist Church. Nos posters e nas camisetas diz Deus Odeia Bichas (God Hates Fagotts). Quando perguntam a eles o que eh um fagott, um gay ou bicha eles dizem "É algo do mal, do demônio", mas nem sabem o que é... Fic horrorizada com esses pais... não sei que raio de Deus é esse, mas com certeza não é o meu...

Enfim, tudo isso pra mostrar minha revolta com os bullyings na
escola, principalmente com a questão GLBT... depois tem criança que se mata por causa disso e os professores agem como se nada tivesse acontecido, como se não soubessem e como se fosse "coisas de criança". DUVIDO que os professores não enchergam! Sou professora de criança e a gente vê sim TUDO que tá acontecendo!!! Pô, coisas de criança então tudo bem??? Eu fui bullyied durante muito tempo e até hoje tenho pesadelos... isso fica com a gente pra sempre... e a postura dos professores TEM que mudar!!!! Não suporto quando vem um diretor de escola falando que não sabia, ou que é "normal"... Tá na hora de acordar pra realidade né!!!!

Fico pensando, com certeza vamos sofrer preconceitos e a Elis vai passar por algum apuro na escola, por causa das mamães... a gente só tem que tentar dar a melhor educação possível e estimular a auto-confiança nos nossos filhos, pra eles terem certeza que são COMPLETAMENTE normais, e que o problema está com os outros que não enchergam!

Falei demais, nem deu pra colar a notícia aqui mas vejam por favor!!!
http://www.folhape.com.br/index.php/noticias-geral/608674?task=view

18 comments:

  1. Credo, até me arrepiou as fotos dessas crianças com as blusas escrito que Deus odeia bichas! Que merda é essa que esses pais tem na cabeça? Quando foi que Deus disse a eles que odeia "bichas"? Eles nem imaginam o pecado que estão cometendo ao usar o nome de Deus em vão para propagar o ódio!
    Sabe, às vezes fico tão desanimada com o mundo em que vivemos, que a minha vontade é de não ter filhos, não colocar mais ninguém nesse mundo, porque tem muita gente ruim, nossa, é de assustar.

    Bjos

    ReplyDelete
  2. Oiii,
    desculpa o abuso de comentar aqui, mas sou uma daquelas leitoras que acompanham sem comentar até que seja conveniente! hahahah
    foi horrivel ler esse seu post, pq REALMENTE criança não tem maldade, crianças são puras e livres de qualquer pensamento inadequado. horrivel chegar a conclusão que isso vem de pais, ADULTOS, pessoas que deveriam criar "pessoinhas" e educar ensinando oque é certo e errado pra justamente evitar essas situaçãos (se bem que parece que alguns adultos se confundem na hora do "certo e errado"), pelo amor de Deus estamos em 2010!
    arnaldo jabour fez um texto incrivel sobre sexualidade (e bullying), não sei se chegasse a ler mas tem um pedaço que diz o seguinte:
    "vocês tem ódio da liberdade dos gays, da CORAGEM que tiveram em assumir sua identidade sexual, porque vocês não tem identidade alguma. eles são muito mais corajosos que vocês que vivem trancados no medo e no ódio. vocês invejam nos gays a sensibilidade que desenvolveram como minorias, sensibilidade que vocês nao atingem (...)"
    sou do interior do mato grosso, aonde tudo é muito arcaico e as mentes não evoluiram, já abriguei na minha casa um amigo que resolveu contar pros pais que era gay depois de anooos sentindo-se mal e foi expulso de casa, foi julgado pior que o irmão que estava se acabando na cocaína, foi julgado porque amava alguém. essa hipocrisia precisa acabar. toda forma de amor é valida, todo amor é bem vindo!
    e quer saber? azar de quem prefere, deixar de passar momentos maravilhosos ao lado de uma familia diferente, deixar de ver uma criança crescer, impedir um amor que deveria ser automatico, por puro orgulho e conceitos ultrapassados.
    eu parabenizo e tiro chapeu pra pessoas como você e sua esposa.
    e sortuda a Elis porque esse medo de bullying, medo de tudo, CONCERTEZA só fazem vocês amarem e desejarem ainda mais essa princesinha que está vindo.
    vocês são corajosas e guerreiras.
    moro em sp também, e um dia espero ter a oportunidade de fazer um book (embora meio amador ainda, haahah) da sua familia linda!
    Beijos e fiquem com Deus.

    ReplyDelete
  3. Brigada meninas! E sim... essas criancas com essas camisetas estao por toda parte... nao eh so no Brasil que tem preconceito assim...

    ReplyDelete
  4. Aggy, acho muito importante você colocar essas matérias, é necessário divulgar, gritar! Sou educadora e como tal, me deparo o tempo todo com situações de bullying de todas as maneiras imagináveis. O pior bullying de se combater/mediar não é por parte das crianças ou adolescentes, mas sim por parte dos outros educadores, pessoas adultas que deveriam zelar pelo processo da aprendizagem, e faz exatamente o contráio. É mais que urgente a aprovação da lei que criminaliza a homofobia mas também passou da hora da profissão mais antiga do mundo, começar a ter um olhar mais sensível para a diversidade.

    A luta é árdua e constante! A intervenção deve ser imediata, na hora. Tem horas que sinto que nado contra uma correnteza muito forte.

    Haja braços para nadar! Estamos juntas...

    bjs

    ReplyDelete
  5. oie....Amadinha está fazendo prova hoje. Rezem por ela por favor...

    ReplyDelete
  6. Lendo seu post lembrei do meu sobrinho que quando veio me visitar disse que tinha visto dois meninos 'namorando' no banheiro da escolinha dele. Os meninos têm 6 anos provavelmente nem 'malicia' têm pra esse tipo de coisas só curiosidade de criança (acho eu) aliás acho que bastante precoce. Ele (meu sobrinho) falou pra mãe dele o que viu e ela disse pra ele que o menino estava 'querendo virar mulherzinha'. E é assim que ele chama um gay quando vê: mulherzinha, bichinha e coisas semelhantes. Agora como ele vai crescer se não aprender com outras pessoas a não ter esse tipo de preconceito? Me preocupo com isso.

    Acho que escrevi um pouco demais rs Gosto muito do blog de vocês, beijos \o

    ReplyDelete
  7. sou dani do RJ, cidade maravilhosa kkkkkk e leio o blog e gosto mto.
    pelo que li não acho que foi preconceito das crianças. e foi resolvido. td mundo passa por alguma coisa chata na escola, faz parte da vida. e como não é comum ter uma mãe de verdade e outra adotiva, a garotada estranha mesmo, mas com o tempo se resolve, normal, sem estresse. já namorei uma garota com filho e foi maior estresse. pior que ela queria que eu fosse outra mãe. muito complicado. filho só se eu parir. depois termina e o filho fica com quem pariu mesmo, mas é o certo. mas manero a atitude corajosa a sua de ser mãe adotiva. parabénssss pras 2

    bjs Dani danifigueirakatz@gmail.com

    ReplyDelete
  8. Muito bem colocado! Eu sou pedagoga e também penso que o preconceito das crianças nascem em casa, com o exemplo dos pais. Minha filha tem tres anos, e tem o pai dela (ex marido), mas ela sempre ficou super a vontade com meus amigos que sao casados ou namorados, e ela fala pra quem quer ouvir na maior naturalidade, a tia tal é namorada da tia fulana, nunca ficou constrangida nem surpresa com nenhum deles. E eu continuo tratando isso na frente dela coomo algo muito natural, e eu sei que quando a mae dela estiver namorando ela vai achar normal tbm.
    Eu adoro o que uma amiga sempre fala, que a melhor forma de acabar com o preconceito é dando bandeira, nada de se esconder, daqui a pouco ter duas maes ou dois pais, vai ser considerado pelas crianças algo tao natural que quem sabe os pais tbm se acostumem com esse fato!
    Meninas acompanho o blog a algum tempo, linda historia de vcs, sou amiga das mamaes piu e ti.
    Estou aqui na torcida que a nenem venha lindonaaaa e com muita saude!
    Beijosss

    ReplyDelete
  9. Vcs estão igual eu então, Plano A parto domiciliar, Plano B hospital público! Em SP tem casa de parto, vocês já pensaram em ter a Elis lá? O hospital público que eu fiz estágio aqui em BH tem casa de parto também, e é lá que eu pretendo ter meu bebê, caso o plano A não dê certo!
    Vcs vão ser acompanhadas no parto por enfermeira obstetra ou por médico?

    Bjs!!

    ReplyDelete
  10. Ai, posso responder pra Dani do RJ ali de cima?
    ....
    Dani, "Mãe de verdade" não é a que pariu mas é quem dá colo, amor, comida, teto, e educa a criança pra virar um ser humano descente. ok?
    a Bel e a Aggy com certeza serão duas SUPER MAMÃES DE VERDADE!

    E mais uma coisinha...se você for tomar suas decisões de vida ja pensando em uma possível separação... hmmm... daí não vale a pena nem juntar, né?

    A vida fica muito menos estressante sem rótulos e preconceitos.

    (agradeçoo espaço pra desabafar)

    ReplyDelete
  11. Brigada Fabi,
    Pois eh... me deu um no no estomago as palavras "mae de verdade"... nao acho que faz sentido... Espero ser mae de verdade da minha filha!

    ReplyDelete
  12. A Dani outra vez na área........kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...acho que me expressei mal....kkkkkkkkkkkkkkkkk....claro, claro, mãe é quem cria, até pq tem gente que adota, né? mas que tem caso que a mãe que pariu quando termina não deixa nem ver o filho, ah isso tem....simmmmmmmm, elas serão mães de verdadeeee...kkkkkkkkk, sem estresse, galera lindaaaaaaaaa......kkkkkkkkkkk....aqui no Rio a gente resolve td num mergulho e uma geladinha....kkkkkkkk....não, eu não penso em me casar, galera. e eu só tenho 22 anos, nemmmmmmmmm pensar em juntar as calcinhas....kkkkkkkkk....e ter filho, nemmmmm pensar...vida de publicitária é um caralho pra ter filho...já tenho 3 sobrinhos liiindooos....já basta....vida de tia é bemmmm melhor....kkkkkkkkkkkkkkkk....como dizem meus pais, ...eu sou alérgica até pra assistir casamento......kkkkkkkkkkkkkkkkkk....mas nem pensarrrrr juntar as calcinhas...kkkkkkkkkkkk....bem que meus pais adorariam eu casar um dia, eles são super cool com minha opção e adotam tds as minhas ex namoradas, atual e futuras....kkkkkkkkkkkk mas acho legal quem topa...meu lance é namorar e muuuiitooooooo....beijar e outras maravilhas na cama....kkkkkkkkkkkkkkkkkk....até que esse namoro tá durando...DOIS ANOS E SETE MESES......kkkkkkkkkkkkk...deixa ele aler isso....kkkkkkkkkkkk.....
    garotas, parabénsssssssssssss pela filhota de vcss!!!!!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkk...acho que despertei estresse, mas fica assim, não. tô na área pra aprender...kkkkkkkkkkkk.... bora comemorar pq o ano que vem tá aí....bjsssssssssssss da carioca pras paulistas.......kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...sem estresse, galera linda....kkkkkkkkkkkkkkkkk.........

    ReplyDelete
  13. ihhh...ELA...ELA VER O QUE ESCREVI...escrevi errado...ele, imagina...kkkkkkkkkkk....até que já peguei uns...mas gosto mesmo é DELAS....KKKKKKKKKKKKKKKKK....

    ReplyDelete
  14. Magina Dani, adoro ouvir opinioes diferentes! Ningem pensa igual nao eh mesmo?!?! Nao foi estresse nao, desculpa! ;)

    Suas opinioes SEMPRE serao bem vindas aqui! Bju!

    ReplyDelete
  15. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  16. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  17. Se as crianças de hoje aprendem a intolerância, elas poderão ser cegas e intolerantes a vida inteira, reproduzem ideologias ensinadas...E o mundo injusto de hoje será perpetuado. \E o pior é a contradição de um deus que é ensinado como sendo o DEUS AMOR, para o mundo, por seus crédulos, ele é passado como Deus-odeia...Que pena...Está na hora de mudarmos isto... Se Deus é amor, condenaria e odeiaria a sí mesmo em suas várias manifestações de amor entre os seres humanos???

    ReplyDelete